Cerca de 30% das testagem para Covid-19 em farmácias estão sendo positivadas em Porto Alegre

1 week ago 4

Adriana Lampert

A procura por testes para Covid-19 segue alta em farmácias de Porto Alegre. A demanda é tanta que chega a provocar filas, como a que se formou no início da tarde desta quinta-feira (13) em uma unidade da Panvel localizada no bairro Bom Fim. Somente ali estão sendo feitos cerca de 300 testes por dia, segundo um funcionário que não quis se identificar.

Quer continuar lendo este e outros contedos srios e de credibilidade?
Assine o JC Digital com desconto!

Desktop/tablet/smartphone

  • Personalize sua capa com os assuntos de seu interesse
  • Acesso ilimitado aos contedos do site
  • Acesso ao Aplicativo e verso para folhear on-line
  • Contedos exclusivos e especializados em economia e negcios
  • Cancelamento on-line e a qualquer momento

Assine J nosso assinante? faa login

A procura por testes para Covid-19 segue alta em farmácias de Porto Alegre. A demanda é tanta que chega a provocar filas, como a que se formou no início da tarde desta quinta-feira (13) em uma unidade da Panvel localizada no bairro Bom Fim. Somente ali estão sendo feitos cerca de 300 testes por dia, segundo um funcionário que não quis se identificar.

Através da assessoria de imprensa, a rede Panvel informou que não irá passar dados sobre testagem e colaboradores afirmam que não têm autorização para falar sobre o assunto. Mas, segundo informações de profissionais de outras empresas, o percentual de positivados está em 30% do total de atendidos nas farmácias em geral. 

"A procura caiu pela metade esta semana, mas logo após as festas de final de ano foi intensa. Os farmacêuticos responsáveis chegaram a testar em torno de 90 pessoas por dia, e teve uma outra loja da rede que contabilizou 200 testes por dia", resume o gestor da unidade da farmácias São João localizada na Oswaldo Aranha, 1300, Silvio Dias. Segundo ele, atualmente a loja que administra tem 400 testes (antígenos) no estoque e não deve faltar para o atendimento.

Também a assessoria de imprensa da Panvel informa que a rede tem trabalhado "ativamente no controle e no reabastecimento de todas as lojas do Estado a fim de evitar falta pontual de estoque" de testes. 

"Este início de ano foi atípico", avalia a farmacêutica Denise Sortica, que atende na unidade da Farmácias Associadas localizada na Oswaldo Aranha, 382. "Meu primeiro dia de férias cheguei a ficar tonta, de tanto trabalho. Porque além da testagem tem o laudo e outros detalhes, e eram muitas pessoas em uma dia só", comenta. Assim como Dias, ela garante que pelo menos 30% dos que procuram o teste contra Covid-19 estão positivando. 

Denise avalia que justamente "talvez por conta da vacina" oferecer a possibilidade de uma contaminação com menos riscos, "a população está com menos medo e sai menos preocupada" quando recebe o resultado positivo para o novo coronavírus. A farmacêutica da Associadas calcula que esta semana a demanda está em torno de 30 pessoas por dia. "Tem muita gente assintomática que tem procurado o teste do dedo, que é mais barato e não afeta o estoque do antígeno (recomendado para quem apresentar sintomas)."

Já a farmacêutica Maria Angélica de Oliveira revela que há "muitos positivados, independente da faixa etária, de ter o esquema vacinal completo; de ser sintomático ou não." "Sem sombra de dúvida, foi o mês de maior procura por testes para Covid, se comparado ao último semestre de 2021", afirma. 

Read Entire Article