Escritor Léo Ustárroz faz doação ao Livros sobre Trilhos do Trensurb

5 months ago 40

Literatura

- Publicada em 20h52min, 06/08/2021.

Autor L

Autor Lo Ustrroz doou 41 livros biblioteca da Trensurb; acervo ampliado exclusivamente por meio de doaes


GABRIELLI ZANFRAN/TRENSURB/DIVULGAO/JC

O escritor Léo Ustárroz, autor de livros como Resgate em Pamplona e Sala de embarque, fez uma doação de 41 livros para o Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos (EMLsT) na última quinta-feira (5). O escritor soube do trabalho da biblioteca da Trensurb através de um amigo e resolveu contribuir com a ampliação do acervo. Para Léo, “é importante fazer essas contribuições e colocar os livros para circular pra que mais gente possa aumentar seus horizontes. Esses livros, e a maioria dos livros que normalmente circulam nesse tipo de projeto, são romances e um romance é uma história muito importante porque nós nos vemos ali e, através dos personagens, preenchemos lacunas da nossa vida. Nos completamos lendo ou vendo os personagens. Os livros que não vamos reler tem que circular, essa é a função social dos livros”. O livro Resgate em Pamplona, de Ustárroz, está disponível para empréstimo no acervo do EMLsT.

Quer continuar lendo este e outros contedos srios e de credibilidade?
Assine o JC Digital com desconto!

Desktop/tablet/smartphone

  • Personalize sua capa com os assuntos de seu interesse
  • Acesso ilimitado aos contedos do site
  • Acesso ao Aplicativo e verso para folhear on-line
  • Contedos exclusivos e especializados em economia e negcios
  • Cancelamento on-line e a qualquer momento

Assine J nosso assinante? faa login

O escritor Léo Ustárroz, autor de livros como Resgate em Pamplona e Sala de embarque, fez uma doação de 41 livros para o Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos (EMLsT) na última quinta-feira (5). O escritor soube do trabalho da biblioteca da Trensurb através de um amigo e resolveu contribuir com a ampliação do acervo. Para Léo, “é importante fazer essas contribuições e colocar os livros para circular pra que mais gente possa aumentar seus horizontes. Esses livros, e a maioria dos livros que normalmente circulam nesse tipo de projeto, são romances e um romance é uma história muito importante porque nós nos vemos ali e, através dos personagens, preenchemos lacunas da nossa vida. Nos completamos lendo ou vendo os personagens. Os livros que não vamos reler tem que circular, essa é a função social dos livros”. O livro Resgate em Pamplona, de Ustárroz, está disponível para empréstimo no acervo do EMLsT.

Biblioteca com duas unidades nas estações da Trensurb, o Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos foi inaugurado em 15 de dezembro de 2008, na plataforma de embarque da Estação Mercado do metrô. Em março de 2019, foi criada uma unidade adicional no saguão da Estação Novo Hamburgo. Segundo o gerente de Comunicação Integrada da Trensurb, Jânio Ayres, “o Espaço Multicultural é resultado do trabalho em equipe de muitas pessoas que acreditam na importância desse projeto, assim como do apoio dos gestores da empresa”. Para Ayres, “é importante sempre ressaltar que a biblioteca da Trensurb cumpre um papel importante na busca pela democratização da leitura e para facilitar o acesso ao livro por parte dos usuários do metrô”.

Com um acervo de 8.775 exemplares (dos quais cerca de 2 mil estão na unidade hamburguense), a biblioteca oferece serviço gratuito de empréstimo de livros. O catálogo é ampliado somente através de doações. O gerente de Comunicação da Trensurb agradece pela iniciativa de todos os que contribuem com essa ampliação. Desde a reabertura das unidades – temporariamente fechadas de fevereiro a junho em função da pandemia –, o EMLsT havia recebido 18 doações, totalizando 74 novos livros agregados ao acervo. Para realizar doações e ajudar no crescimento do catálogo da biblioteca, basta entregar os livros diretamente nas unidades do EMLsT ou entrar em contato por meio das redes sociais da Trensurb, no Facebook e Twitter, ou da biblioteca, no Facebook. Exemplares que porventura não são agregados ao acervo são repassados a outras instituições ou disponibilizados para doação a usuários do metrô.

Para ter acesso ao acervo completo do Espaço Multicultural, basta associar-se gratuitamente, indo até uma das unidades e apresentando documento de identificação, CPF e comprovante de endereço. O horário de funcionamento de ambas as unidades é das 14h às 18h, nos dias úteis.

Desde outubro de 2020, o EMLsT também desenvolve um projeto chamado Antologia Digital da Poesia Gaúcha. Quinzenalmente, são publicados nas redes sociais e nos monitores do Canal Você – presente em trens e estações -, vídeos curtos de poetas declamando seus poemas. Até o momento, já foram 21 autores participantes – o mais recente deles, José Nedel. A Antologia tem apoio da Academia Rio-Grandense de Letras, Instituto Estadual do Livro e Canal Você.

Read Entire Article