Macy’s: gestora ativista pede spinoff do ecommerce

3 months ago 31

Ana Paula Ragazzi

A Jana Partners comprou ações da Macy’s e enviou uma carta ao conselho da varejista pedindo o spinoff do braço de comércio eletrônico — um movimento que a gestora ativista acredita poderia reprecificar a ação da Macy’s, que viu seu valor de mercado derreter nos últimos anos.

A notícia foi dada em primeira mão pelo The Wall Street Journal, citando fontes a par do assunto.

Num encontro de investidores na semana passada, o gestor da Jana, Scott Ostfeld, disse que se a Macy’s separasse seu e-commerce “as suas ações iriam dobrar de valor.” Naquela ocasião, ele ainda não havia anunciado que era acionista da empresa.

A Macy’s vale hoje perto de US$ 7 bilhões, menos da metade do que ela valia em 2015 (US$ 20 bi). Ao mesmo tempo, diz o WSJ, os valuations das varejistas online, como Fartech e MyTheresa, dispararam de lá para cá.

A Macy’s foi duramente afetada pela pandemia, por conta do fechamento das lojas físicas, mas viu suas vendas online saltarem. Ano passado, a receita com o negócio digital foi de US$ 8 bilhões, o equivalente a 44% de todas as vendas da empresa.

A Macy’s espera que suas vendas online cheguem a US$ 10 bi em três anos.

Se seguir o conselho da Jana, a Macy’s não será a primeira varejista a seguir por esse caminho.

Há alguns meses, a Saks Fifth Avenue, maior rival da Macy’s, disse que planeja o spin-off de seu e-commerce e atraiu um investimento de US$ 500 milhões da Insight Partners, que avaliou a Saks.com em US$ 2 bilhões.

Read Entire Article