Na Capital, Moro diz estar 'conversando com todos'

1 month ago 16

Diego Nuez

O ex-juiz federal e ex-ministro da Justia Srgio Moro esteve em Porto Alegre no sbado para seu primeiro ato enquanto pr-candidato presidncia da Repblica pelo Podemos. O evento que apresentou Moro militncia gacha do partido tambm serviu para anunciar a nova executiva estadual do Podemos. A sigla, no Rio Grande do Sul, ser comandada por Everton Braz, ex-presidente do PTB de Porto Alegre.

Quer continuar lendo este e outros contedos srios e de credibilidade?
Assine o JC Digital com desconto!

Desktop/tablet/smartphone

  • Personalize sua capa com os assuntos de seu interesse
  • Acesso ilimitado aos contedos do site
  • Acesso ao Aplicativo e verso para folhear on-line
  • Contedos exclusivos e especializados em economia e negcios
  • Cancelamento on-line e a qualquer momento

Assine J nosso assinante? faa login

O ex-juiz federal e ex-ministro da Justiça Sérgio Moro esteve em Porto Alegre no sábado para seu primeiro ato enquanto pré-candidato à presidência da República pelo Podemos. O evento que apresentou Moro à militância gaúcha do partido também serviu para anunciar a nova executiva estadual do Podemos. A sigla, no Rio Grande do Sul, será comandada por Everton Braz, ex-presidente do PTB de Porto Alegre.

"Eu vou rodar o País apresentando esse projeto para as pessoas", disse Moro a seus partidários. "Temos conversado com todas as pessoas, todos os partidos, todos os agentes políticos sobre esse projeto. Não existe projeto com fim em si mesmo, o projeto é uma construção coletiva, então é natural que conversemos com os políticos, e também com a sociedade, com o setor privado", declarou o ex-ministro, em entrevista coletiva.

Questionado sobre fazer aliança com partidos que estejam envolvidos em casos de corrupção, Moro deu a seguinte declaração: "Nosso projeto é fundado em princípios e valores. A arte do diálogo é importante, mas nós temos limites que não ultrapassaremos jamais". Não deixou claro, porém, até onde vão seus limites para compor uma chapa presencial, nem indicou já haver nomes para sua vice candidatura em debate. "É um pouco cedo", afirmou ele.

O que ficou de indicativo durante o evento foi um nome que Moro e o Podemos possa vir a apoiar para as eleições ao governo do Rio Grande do Sul. O vice-governador do Estado, Ranolfo Vieira Júnior (PSDB) não só esteve presente no evento, como sentou-se na primeira fileira em frente ao palco do Teatro do Bourbon Country, ao lado das mais importantes figuras do Podemos, como o senador do Paraná e ex-candidato à presidência Álvaro Dias, o senador gaúcho Lasier Martins e o deputado federal Maurício Dziedricki, que hoje está no PTB e deve confirmar sua filiação ao Podemos na próxima janela partidária.

Ranolfo, que se filiou recentemente ao PSDB, é um dos cotados para ser o candidato de situação do governo Eduardo Leite (PSDB) nas eleições do ano que vem ao Palácio Piratini, visto que o governador afirma que não concorrerá à reeleição.

Há uma proximidade natural de Ranolfo com o Podemos gaúcho. O partido, no Rio Grande do Sul, é formado essencialmente por ex-filiados do PTB, sigla original do vice-governador. A começar pelo próprio presidente estadual Everton Braz, que há não muito tempo comandava o PTB da Capital gaúcha, dentre outros nomes como o atual secretário de Governança Local e Coordenação Política de Porto Alegre, Cassio Trogildo, e o próprio Dziedricki, que anunciou, de forma oficial, no sábado, que se filiará ao Podemos.

"Nós temos um projeto de estado para 2022, e queremos contar com Podemos junto para continuar fazendo tudo aquilo que já estamos fazendo. Temos origem no mesmo partido político, além de uma relação institucional, de amizade com o Éverton (Braz) e o Maurício (Dziedricki)", afirmou Ranolfo, em discurso a militantes, vereadores, prefeitos e vice-prefeitos do Podemos.

Durante a manhã, antes do evento, Moro se encontrou com Leite no Piratini. "O combate às desigualdades, a retomada da economia e a importância da construção de convergências políticas para trazer o país de volta ao equilíbrio e ao bom senso estiveram na pauta", afirmou o governador em redes sociais.

Read Entire Article